Como criar um plano de gestão do risco do projeto

O plano de gestão do risco descreve como irá definir e gerir os riscos do projeto. Este documento não descreve os próprios riscos e as respetivas respostas, mas os processos e técnicas a seguir para definir os riscos e determinar as respostas. O plano de gestão dos riscos deverá incluir as seguintes informações:

  • Papéis e responsabilidades. Esta seção descreve os papéis da gestão e suporte para os diferentes processos da gestão dos riscos. A gestão dos riscos é uma responsabilidade tradicional do gestor de projeto. No entanto, certos projetos de maior dimensão podem recorrer a um especialista neste domínio. A participação de especialistas externos também pode permitir uma análise dos riscos mais imparcial do que a resultante da equipa interna.
  • Orçamento. Descreva o orçamento atribuído à gestão dos riscos do projeto. No momento da criação do plano de gestão dos riscos, é possível que não tenha ainda informação suficiente para concretizar esse orçamento, mas poderá descrever o processo que pensa utilizar para estimar o orçamento necessário.
  • Calendarização. Indique quando a avaliação inicial dos riscos será efetuada e com que frequência os processos de gestão dos riscos serão realizados durante o ciclo de vida do projeto. Os resultados destas análises devem ser disponibilizados suficientemente cedo para influenciar algumas decisões de planeamento. Não esqueça que os planos detalhados de resposta aos riscos deverão ser revistos periodicamente durante a execução do projeto para se assegurar que estão a funcionar corretamente.
  • Classificação e interpretação. Deverá definir os níveis classificação dos riscos e os métodos de interpretação apropriados aos tipos de análises qualitativas e quantitativas de riscos utilizados. Os métodos e níveis de classificação deverão ser determinados antecipadamente para assegurar a sua consistência.
  • Limiares de risco. O limiar de risco determina o nível dos riscos que será considerado como suficientemente importante para desencadear as respostas apropriadas. O gestor de projeto, o patrocinador e outros Stakeholders podem ter perceções diferentes do limiar de risco. A determinação do limiar aceitável permite à equipa do projeto classificar os riscos durante as sessões de análise. A equipa irá desenvolver respostas diferentes dependendo se o nível do risco identificado se encontrar abaixo ou acima do limiar.
  • Comunicação. Descreva como as informações relativas à gestão dos riscos serão documentadas e comunicadas. Estas incluem os riscos, as respostas e o estado dos riscos. Se já incluiu esta informação no plano de gestão da comunicação, esta seção poderá não ser necessária.
  • Acompanhamento e auditoria. Descreva como os diferentes aspetos da gestão dos riscos serão documentados para benefício não somente do projeto mas também de outros projetos futuros, uma vez que estes irão beneficiar das lições aprendidas durante os projetos anteriores. Descreva também se e como os processos de gestão dos riscos serão auditados.