Como usar a Análise Pareto nos seus projetos

A Análise Pareto é uma técnica que pode ser útil quando encontramos vários problemas relacionados entre si ou um problema com múltiplas causas. O objectivo da Análise Pareto é classificar a frequência de ocorrência de problemas relacionados entre si. Esta informação permite-nos priorizar o esforço dedicado à resolução dos principais problemas.

A Análise Pareto tem por base a regra clássica 80/20, que nos diz que, em muitos casos, 20% dos problemas causam 80% das ocorrências. Por exemplo, suponhamos que encontrámos um problema com uma falha num produto, com origem em várias causas. Através da observação e recolha de métricas, determinamos que existem oito causas do problema. Em vez de tentar resolver as causas de uma maneira aleatória, se efectuarmos uma Análise Pareto poderemos obter a informação de que 80% das ocorrências são originadas por três causas principais. Isto permite-nos saber quais as causas que devem ser resolvidas em primeiro lugar.

A ferramenta associada a esta técnica de resolução de problemas é o Diagrama Pareto. É um gráfico ou histograma que mostra cada problema ordenado por frequência de ocorrência. É criado da seguinte maneira:

1. Crie uma tabela listando todos os problemas ou causas observados.
Para cada problema, identifique o número de ocorrências ao longo de um período temporal fixo.

Problema Nº Ocorrências
Problema 1 115
Problema 2 25
Problema 3 50
Problema 4 5
Problema 5 5
Problema 6 15
2. Ordene os problemas por ordem decrescente do número de ocorrências.

3. Adicione uma nova coluna para o total acumulado.

Problema Nº Ocorrências Acumulado
Problema 1 115 53%
Problema 3 50 77%
Problema 2 25 88%
Problema 6 15 95%
Problema 4 5 98%
Problema 5 5 100%
Poderá adicionar outras colunas tais como grau de gravidade do problema e custo ou esforço para a sua resolução.

Repare que com esta técnica obtivemos alguma informação importante. Apesar de existirem seis problemas que foram identificados, deveremos resolver os problemas #1 e #3 em primeiro lugar, porque são os que contribuem para o maior número de ocorrências (77%). Deste modo iremos obter o maior impacto do nosso esforço. Se em vez disso, decidirmos resolver em primeiro lugar os problemas #4 e #5, o resultado do nosso esforço será pouco significativo. No entanto, isto não significa que os outros problemas possam ser ignorados. A Análise Pareto dá-nos a ordem que podemos seguir para a resolução dos problemas. Também nos dá uma indicação do valor relativo que obtemos da resolução de cada problema. Neste caso, não iremos querer despender o mesmo esforço no problema #5 que usámos no problema #1, porque o retorno é muito menor. Obviamente, que podemos determinar que o problema #6 possa ser resolvido rapidamente e por isso optamos por resolvê-lo mais cedo. O Diagrama Pareto não nos diz o que fazer, mas dá-nos a informação para que possamos tomar uma melhor decisão.

Por vezes, os resultados do Diagrama de Pareto são visualizados através de um histograma ou gráfico de barras, o que permite um maior ênfase visual nos dados.