Conceitos Básicos de Valor Ganho (Earned Value)

O valor ganho é uma técnica de gestão de projectos para medir o progresso do projecto.

Em qualquer projecto, os resultados são obtidos através da realização de trabalho. Do ponto de vista do cliente, o valor para o negócio é alcançado na conclusão do projecto. Se um projecto é cancelado a 90% do seu progresso, o valor para o negócio poderá ser nulo. No entanto, o valor ganho dá-nos uma perspectiva diferente. Com o valor ganho, vamos “ganhando” o valor do projecto de um modo incremental durante a execução do projecto. Quando concluímos 50% do trabalho, também realizámos um “valor” correspondente do projecto.

Para uma determinada data no projecto, os cálculos do valor ganho permitem-nos determinar o custo total do trabalho realizado até à data, assim como o custo total do trabalho que planeámos realizar até à data. Comparando estes dois valores, ficamos a saber se estamos a gastar mais ou menos do que que estava previsto gastar nessa data.

A utilização de ambas as métricas de prazo e custo também nos dá informação adicional. Podemos estar a gastar mais rapidamente do que antecipámos, mas e se a razão for porque também estamos adiantados no prazo? Ou seja, podemos estar a gastar mais porque a nossa equipa está a realizar mais trabalho do que o planeado. De um modo semelhante, se o nosso projecto está atrasado, mas estamos a gastar menos do que o esperado, isso nem sempre poderá significar um problema. Talvez o motivo seja porque não conseguimos obter os elementos da equipa atempadamente para iniciarem o trabalho na altura prevista. Por isso, o projecto está atrasado, assim como os gastos são inferiores ao previsto. Se essa situação puser em causa uma data crítica de conclusão do projecto então poderemos estar perante um problema. Se essa data de conclusão for flexível, então poderá não ser um problema, desde que não gastemos mais do que o previsto.

Existem três métricas principais: Valor Ganho, Custo Real e Valor Planeado.

Valor Ganho (EV – Earned Value)

O valor ganho é calculado somando o custo orçamentado de cada actividade que foi concluída. Note que não é o custo real das actividades concluídas mas sim o custo orçamentado. Vejamos o seguinte exemplo:

Actividade concluída: A B C D
Data prevista: 10 de Março 15 de Março 31 de Março 5 de Abril
Custo Orçamentado: 20 10 15 5
Custo Real: 20 5 20 10
Vamos assumir que na data de hoje (31 de Março), estão terminadas as actividades A, B, C e D. A fórmula para determinar o valor ganho é 20+10+15+5 (soma do custo orçamentado de cada actividade) ou seja, 50.

O Valor Ganho diz-nos quanto “valor” foi obtido no projecto até à data. Por si só, isso não nos diz muito, mas comparando com outros valores podemos determinar o estado do projecto.

Custo Real (AC – Actual Cost)

Para calcular este valor, somamos o custo real de todo o trabalho que foi concluído até à data no projecto. Se os custos do nosso projecto são só mão-de-obra, então o custo tem uma relação directa com o trabalho realizado (o custo do valor hora de um recurso, por exemplo). Para o nosso exemplo, o custo real das actividades A até D é 20+5+20+10 ou 55. Podemos verificar que o custo real do trabalho realizado é superior ao custo orçamentado do trabalho realizado. Isso poderá indicar-nos um problema (gastámos mais do que o previsto).

Valor Planeado (PV – Planned Value)

Este valor é a soma dos valores orçamentados (estimativas) para o trabalho que estava planeado ser concluído até à data. Uma vez que a data actual é 31 de Março, o valor planeado é A+B+C (20+10+15) ou 45. Não consideramos a actividade D porque não estava previsto que terminasse em 31 de Março.

Com estas três métricas fundamentais, podemos extrair um conjunto de indicadores que nos dão informação importante sobre o estado do projecto.

Variância do Prazo (SV – Schedule Variance)

A Variância do Prazo (SV) indica se estamos adiantados ou atrasados no prazo e é calculada com EV – PV. No nosso exemplo, o EV é 50 (20+10+15+5) e o PV é 45 (20+10+15). Note que a diferença é a actividade D. Uma vez que esta actividade foi concluída, então é incluída no EV. Mas como não estava previsto que fosse concluída em 31 de Março, então não é incluída no PV. A Variância do Prazo será então 5 (50-45). Se o resultado é positivo, significa que realizámos mais trabalho do que o previsto inicialmente. Ou seja, provavelmente estamos adiantados no prazo. De modo semelhante, se a SV é negativa, o projecto está provavelmente atrasado.

Variância do Custo (CV – Cost Variance)

A Variância do Custo (CV) indica como estamos relativamente ao orçamento e é calculada com EV – AC. Se a Variância do Custo é positiva, então significa que o custo orçamentado para realizar o trabalho é superior ao valor realmente gasto para a mesma quantidade de trabalho. Isso significa que estamos bem de uma perspectiva orçamental. Se a CV é negativa, significa que gastámos mais do que o previsto. No nosso exemplo, o EV é 50 e o AC é 55. A Variância do Custo será -5 (50-55), o que significa que gastámos mais do que o que estava orçamentado.

Índice de Desempenho do Prazo (SPI – Schedule Performance Index)

Este rácio é calculado através da formula EV / PV. Indica a relação entre o custo orçamentado do trabalho que foi realmente realizado e o custo do trabalho que estava previsto que fosse concluído até à data. Se este rácio é superior a 1, então o projecto está adiantado no prazo. No nosso exemplo, o SPI é 50/45 ou 1,11. Isso significa que a nossa equipa realizou aproximadamente 11% mais trabalho do que estava previsto. Se essa tendência mantiver-se, iremos levar 11% menos tempo para concluir o projecto do que o previsto.

Índice de Desempenho do Custo (CPI – Cost Performance Index)

Este rácio é calculado através da fórmula EV / AC. Indica a relação entre o valor ganho e o custo real do trabalho que foi concluído. Se o valor é inferior a 1, significa que o projecto está a gastar mais que o que estava orçamentado. No nosso exemplo, o CPI é 50/55 ou 0,91. Um CPI de 0,91 significa que para cada 91€ de despesas orçamentadas, o nosso projecto está a gastar 100€ para realizar o mesmo trabalho. Se esta tendência mantiver-se, iremos gastar mais do que o orçamentado quando o projecto terminar.